Logo PCR

Quarentena rígida no Recife tem fiscalização da CTTU em toda a cidade

21.05.20 - 13H45

Agentes de trânsito

Mais de 300 agentes de trânsito da CTTU estão nas ruas diariamente para garantir a vigência do decreto estadual

Agentes de trânsito
Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR

 

 

  

Dedicação: equipes da Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU) estão nas ruas diariamente para garantir a vigência do decreto estadual para que apenas profissionais envolvidos em serviços essenciais circulem pela cidade, com o objetivo de evitar a contaminação da Covid-19. A operação teve início no sábado (16), entretanto, desde a terça-feira (12), agentes de trânsito já estão nas ruas fazendo o trabalho educativo e informativo à população.

 

Desde o início da crise sanitária, a CTTU já está nas ruas para orientar a população quanto aos riscos do novo coronavírus. Os agentes de trânsito auxiliaram na organização de filas de vacinação em drive thru, também auxiliaram pedestres próximos aos postos de saúde e, agora, fiscalizam, junto a outros órgãos estaduais, o cumprimento da medida de quarentena rígida para garantir que as pessoas fiquem em casa e estejam protegidas da Covid-19.

O gerente geral de operação e fiscalização da CTTU, Fabiano Ferraz, destaca a importância dos agentes de trânsito neste momento de pandemia.

“Diante desse inimigo invisível que é o coronavírus, o objetivo da ação é, de fato, que as pessoas permaneçam em quarentena. Saímos das nossas casas, diariamente, para garantir que as pessoas fiquem protegidas e longe de qualquer risco de contágio. É fundamental que as medidas previstas no decreto estadual sejam respeitadas. O isolamento social salva vidas", explica Fabiano Ferraz.

Anny Rodrigues é uma entre os mais de 300 agentes de trânsito que saem de casa diariamente para garantir que as pessoas fiquem protegidas. Ela trabalha na CTTU há oito anos., já trabalhou nas ruas do Recife e, agora, está lotada na Central de Operações de Trânsito (COT), onde uma equipe de agentes de trânsito faz o monitoramento do fluxo de veículos e de pessoas nas vias da capital pernambucana.

"Na Central de Operações de Trânsito, monitoramos algumas ações, como, por exemplo, os pontos de bloqueio e operação orla. Prestamos apoio às equipes e observamos a movimentação nos locais. Como é um cenário novo, que demanda novas ações, é desafiador pra a gente e pra as pessoas que estão nas ruas, mas a importância disso tudo é preservar o máximo de vidas possíveis, como é o objetivo de todas essas medidas que estão sendo tomadas. O grande desafio é fazer as pessoas entenderem a importância do cumprimento dessas ações para ficarem em casa até que tudo isso passe", destaca Anny Rodrigues.

 

Operação quarentena
Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR