Logo PCR

Prefeitura do Recife expande a malha cicloviária da cidade para mais de 93 Km

30.09.19 - 05H44
Prefeitura do Recife expande a malha cicloviária da cidade para mais de 93 Km

Novas rotas na Zona Sul e Centro serão implantadas no mês de outubro totalizando 6,5 km de novos espaços exclusivos para bicicletas nas ruas do Recife

O Recife receberá, até o fim de outubro, mais equipamentos de rotas cicláveis para auxiliar na mobilidade da cidade, priorizando ciclistas. A Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Mobilidade e Controle Urbano (Semoc) e da Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU), entregará mais 6,5 km em rotas cicloviárias, que atenderão o Centro do Recife e a Zona Sul. Serão implantadas a primeira fase da Ciclofaixa Boa Vista e também haverá ampliação das rotas já existentes na Ciclofaixa Setúbal e Ciclofaixa Jequitinhonha. Com a finalização das novas rotas, o Recife passará a contar com 93,4 km de malha cicloviária, o que representa uma expansão superior a 250% na malha cicloviária existente na cidade desde 2013, quando havia 24 km.

A presidente da CTTU, Taciana Ferreira, comemora o feito e afirma que isso revela o compromisso da gestão com uma mobilidade sustentável e consciente. "A nossa equipe está cada vez mais comprometida em entregar novas rotas cicláveis à população, garantir a segurança viária dos ciclistas e um trânsito que possa incluir todos os modais em harmonia. Este é um grande marco, mas queremos fazer ainda mais", diz.

Na Zona Sul, a Ciclofaixa Setúbal, implantada na área desde 2018, receberá mais 2,5 km de extensão e seguirá pela Avenida Marechal Juarez Távora, no trecho entre a Avenida Lino Jordão e a Rua Cosmorama. Nesse trecho, em cada sentido da via, o equipamento será unidirecional. A nova rota também se ligará ao equipamento já existente na Rua João Cardoso Aires, no trecho que compreende a Marechal Juarez Távora e a Avenida Vinte de Janeiro. Além disso, a rota ciclável seguirá pela Avenida Vinte de Janeiro e Rua Camboim até a Rua Dez de Julho, conectando-se novamente com o trecho já existente da Ciclofaixa Setúbal. De lá, ela faz a ligação com Ciclovia Orla de Boa Viagem. No total, a Ciclofaixa Setúbal passará a contar com 7 km de extensão.

A Ciclofaixa Jequitinhonha, implantada em maio com 1 km de extensão, também será ampliada. Os novos trechos correspondem a um acréscimo de 3,6 km. Uma parte seguirá pela Rua Visconde de Jequitinhonha, a partir da Rua João Cardoso Aires, até a Rua José Paraíso, Rua José Domingues da Silva, Rua Feliciano José de Farias, Rua Dona Uzinha Nunes e Rua Padre Cabral. O outro trecho seguirá pela Rua Visconde de Jequitinhonha, a partir da Rua Armindo Moura, até o limite com o município de Jaboatão dos Guararapes. O condutor deve ficar atento, pois, no trecho da Rua Visconde de Jequitinhonha, na imediação entre as ruas José Paraíso e João Cardoso Aires, a ciclofaixa fica ao lado de vagas de estacionamento. Por isso, é importante destacar que os condutores deixem o espaço livre para o ciclista, estacionando no lugar demarcado pela sinalização horizontal. Ao todo, a Ciclofaixa Jequitinhonha passará a ter 4,6 km de extensão. O equipamento é, em sua maioria, unidirecional.

No Centro do Recife, a expansão do mês de outubro incluirá a primeira fase da implantação da Ciclofaixa Boa Vista, com 0,4 km de extensão. O trecho segue pela Rua da Aurora, a partir da conexão com o Eixo Estruturador Cicloviário Camilo Simões, na altura da Rua Princesa Isabel, e segue até a Avenida Conde da Boa Vista. O equipamento será bidirecional.  

Para regulamentar a implantação das novas rotas, a CTTU vai realizar a manutenção de toda sinalização vertical e horizontal das vias correspondentes. Além disso, a maior parte dos percursos passará a ter velocidade regulamentada de 40 km/h ou 30 km/h. É importante ressaltar que, com o objetivo de dar mais segurança viária a todos os modais, a CTTU também irá realizar o disciplinamento dos estacionamentos existentes nas vias nas quais as novas rotas serão implantadas.

Durante as semanas seguintes ao início da operação de cada novo equipamento, que acontecerão conforme o serviço de sinalização for concluído, serão destacadas equipes de agentes e orientadores de trânsito para realizar o trabalho de monitoramento e orientação nos locais. É importante ressaltar que aqueles que insistirem no descumprimento da sinalização podem ser notificados. As multas podem ser grave, em caso de estacionamento irregularmente na ciclofaixa (R$ 195,23 e 5 pontos na CNH); ou gravíssima multiplicada por 3x, se transitar na ciclofaixa (R$ 880,41 e 7 pontos na CNH).

Categoria de Artigo